©

©

1 de ago de 2010

A MACRO TRANSIÇÃO E A CONSCIÊNCIA PLANETÁRIA

Tire todas as suas dúvidas sobre blogs.

Vossa Santidade, o Dalai Lama, o ex-presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev, o compositor Peter Gabriel, Sir Arthur Clarke, o autor do livro 2001, Uma Odisséia no Espaço, que virou o filme imortal de Stanley Kubrick e Jane Goodall, a cientista que viveu junto com os gorilas na África, estiveram juntos, no dia 20 de março, para celebrar o Dia Mundial da Consciência Planetária.



Peter Gabriel, Sir Arthur Clarke, o autor do livro 2001, Uma Odisséia no Espaço, que virou o filme imortal de Stanley Kubrick e Jane Goodall, a cientista que viveu junto com os gorilas na África, estiveram juntos, no dia 20 de março, para celebrar o Dia Mundial da Consciência Planetária.



O lançamento oficial do evento foi em Budapeste, na Hungria, quando, na ocasião 29 países participaram da festa, que é uma iniciativa conjunta de várias organizações internacionais e faz parte das comemorações do Festival da Visão Planetária 2001, o PVF2001, como ficou conhecido, lançado no primeiro dia deste terceiro milênio com grandes caminhadas em muitos países do mundo.


Ao redor do mundo, a comemoração do dia 20 acompanhou a trajetória do sol, começando ao raiar do dia na Nova Zelândia. Um por um, 29 países na Ásia, na Europa e na América, deram início às festividades, até que, quando o sol nasceu em Samoa, na Oceania, todos foram parte da grande corrente UM PLANETA, UM POVO, UM FUTURO.



A idéia dessas celebrações é provocar discussões globais sobre temas como ética e cidadania e conscientizar os habitantes do nosso pequeno planeta da importância de um esforço conjunto para construir um futuro melhor para todos. "Se agirmos com responsabilidade e compaixão, podemos mudar a maneira como nós nos relacionamos uns com os outros e com o planeta.



Esta iniciativa de chamar atenção para o fato de que a humanidade é uma só e para a necessidade de desenvolvermos uma consciência planetária é admirável", aponta Arthur Clarke.



O Dia Mundial da Consciência Planetária, assim como todas as ações do PVF2001, são iniciativas do Clube de Budapeste, uma entidade internacional dedicada ao desenvolvimento de uma nova ética que sustente os desafios sociais, políticos e econômicos do século 21, fundada pelo filósofo Ervin Lazlo, em 1993.



Entre seus membros ilustres, o Clube conta com líderes nas mais diversas áreas do saber humano, como o Dalai Lama, o bispo Desmond Tutu, a historiadora e feminista Riane Eisler, o filósofo Edgar Morin e o coreógrafo Maurice Béjart. Para a realização do PVF2001, o Clube buscou a parceria de outras organizações internacionais, como a Associazione Culturalle dei Triangole e della Buona Volontà Mondiale e a Pathways to Peace.



Em cada país, a celebração da Consciência Planetária incluiu um painel das tradições culturais de cada povo, o que significou muita música e danças, além de palestras e debates sobre questões como consciência e educação, ciência e espiritualidade. Ao longo do dia, as pessoas foram incentivadas a refletir sobre seus próprios valores, seus conceitos de certo e errado, suas visões sobre a vida e sobre suas comunidades e, ainda mais, sobre todas as comunidades humanas de modo geral, ricas e pobres, modernas  ou tradicionais. "O mundo seria um lugar dramaticamente diferente se a humanidade reconhecesse que todos pertencemos à mesma família", disse o bispo Desmond Tutu.



Depois do Dia Internacional da Consciência Planetária, talvez nós estejamos mais perto desse ideal. Em Setembro, também no Horto Florestal, celebraremos dia 22 de março do próximo ano o dia Internacional da Ética Planetária. Os dez princípios da ética planetária que divulgamos em seguida foram parte deste programa e constituem o propósito do The Club Of Budapest para os próximos dez anos.



O livro "Macrotransição - O Desafio Para o Terceiro Milênio" de Ervin Laszlo constitui o texto essencial para o desenvolvimento da consciência humana neste mundo em transição orientando como decidir nosso destino coletivo e o futuro do planeta Terra.



NOSSA EVOLUÇÃO ESTÁ EM NOSSAS MÃOS

Good News Agency - Uma agência de notícias internacionais que traz informações referentes a trabalho voluntário, projetos da ONU, ações de ONGs e instituições dedicadas a melhorar a qualidade de vida. Macrotransição é uma mudança profunda, abrangente e irreversível que ocorre em todos níveis e sistemas. Para enfrentar esse maciço progresso tecnológico, não precisamos ter como foco principal os programas públicos ou corporativos nem os grandes esquemas econômicos ou políticos. O fundamental é nos concentrarmos na Consciência Humana. Nossa evolução está em nossas mãos. Em seu último livro, MACROTRANSIÇÃO: O Desafio para o Terceiro Milênio, Ervin Laszlo - fundador e presidente do Clube de Budapest, comenta a crise de sustentabilidade do planeta, suas conseqüências e aponta os caminhos que poderemos tomar.



Planetary Vision Festival - O Planetary Vision Festival é um evento que acontece duas vezes por ano com o objetivo de promover a necessidade de um desenvolvimento sustentável e pacífico para todos. O Planetary Vision conta com a participação de pessoas em 26 paises.

Nenhum comentário: