©

©

20 de mar de 2011

REGISTRO DA CRIAÇÃO DO MAIOR CÍRCULO EM PLANTAÇÃO


Publicado em 1 de março de 2010
projetoatlas ceticismo
Quase 25 hectares. 530 x 450 metros de tamanho. Criado em uma noite de agosto de 2009 na província de Zeeland, Holanda, é o maior agriglifo moderno, ou “círculo inglês”, já criado. E com um detalhe.
Tudo foi registrado em vídeo, porque esta foi uma criação bem humana. Para ser mais preciso, envolveu 60 humanos e foi capturado em seu processo de concepção e criação pelas câmeras do programa de TV holandês “Try Before You Die”. Clique na imagem abaixo para conferir o vídeo com a simpática apresentadora Geraldine, que se tornou uma das líderes de equipe no processo:
atlascirculoplantacao ceticismo
Obra da equipe XL D-Sign, que estão criando os círculos há mais de 10 anos – muitas das quais são promovidas como “misteriosas” até hoje – esta última formação gigante, a maior formação em plantação na história, foi parte do projeto Atlas, que pretendia não apenas quebrar o recorde de tamanho como também “transmitir a mensagem da beleza e vulnerabilidade do homem a emergir”.
atlas 03 ceticismo
O gigantesco desenho de hectares de tamanho tem uma série de simbologias, da metamorfose ao Homem Vitruviano,  passando pelo Homem-Mariposa e mesmo chakras. Simbologia humana, com mensagem humana, criada por humanos e para humanos, superando tudo que já foi criado em círculos ingleses até hoje.
Nada disso – nem nenhum dos artigos que publicamos – pode ser suficiente para convencer aqueles que crêem em um mistério nos círculos ingleses. Mencionarão, por exemplo, supostas anomalias nas plantas de círculos “autênticos” – anomalias evidenciadas por uma equipe e por estudos duvidosos, que reconhecem eles mesmos que as mesmas “anomalias” também surgem em plantas amassadas caoticamente (as formações “não-geométricas”).
2 ceticismo
Ou mencionarão uma formação criada em julho de 1996, com 149 círculos e centenas de metros de tamanho, surgida supostamente em menos de 45 minutos. Este é um feito que mesmo os melhores circlemakers podem ter dificuldade em recriar. É a formação apelidada “Conjunto de Julia”, em referência ao conjunto fractal com que se assemelha. Seria esta a prova de algo inexplicado e não-humano?
Cabe verificar como se saberia que a formação foi criada em menos de 45 minutos. E resulta que este dado se baseia no relato de um médico que voou sobre a área com seu avião particular ao redor das 17:30h, e retornou 45 minutos depois. Em sua primeira passagem, disse o médico, ele não notou nada. Apenas no retorno descobriu a formação, e ele foi um dos primeiros a relatar o desenho.
Podemos confiar neste testemunho como evidência de formações gigantes surgindo em alguns minutos?
“Quando o doutor voou sobre a formação, ele simplesmente não a viu na primeira vez”, dizRod Dickinson. “Acontece sempre. Seu relato estava errado. Ele simplesmente não o viu”. Dickinson é um dos principais circlemakers, e assegura com segurança que  “[a formação] foi criada na noite anterior, por três pessoas, em quase três horas, começando às 2:45 da manhã. Esteve lá o dia inteiro”. Ele diz conhecer os criadores dessa formação, mas duvida que viriam a público. Como não vieram.
Incrédulo, o ufólogo americano Michael Lindemann retruca: “Você quer dizer que o desenho esteve lá, ao lado da rodovia, o dia inteiro e ninguém o viu? Você está brincando?”
“Se você fosse lá, veria como o campo desce e se esconde da estrada. A formação estava em uma espécie de depressão, abaixo do nível da rodovia. De carro, você não a poderia ver. Você precisaria sair, andar em direção dela e olhar para baixo para vê-la”, respondeu Dickinson.
“Mas há muito tráfego aéreo na região. Aviões devem ter voado sobre ela várias vezes naquele dia”…
“Claro, mas muitos deles simplesmente não a viram, e o resto não deve ter se importado em reportá-la, até que aquele doutor o relatou à tarde. Eu sei que isso pode acontecer, porque criei várias formações grandes e então esperei por um dia, até mesmo vários dias, até que fossem descobertos”.
É um fenômeno que já deve ser conhecido, são os Gorilas Invisíveis. Segundo Dickinson, aliás, a mesma equipe que criou o “Conjunto de Julia”, viria a criar logo depois o “Conjunto de Julia Triplo”:
242196885OiZOHI ph ceticismo
Aos que pensem que o circlemaker Dickinson está simplesmente mentindo e estas formações seriam sobrenaturais, preste atenção nos círculos menores ao redor das duas formações. Embora os círculos maiores tenham sido criados com linhas-guia, e estejam assim corretamente alinhados, os círculos menores ao seu redor foram amassados “à mão-livre”, e há alguns erros grosseiros em sua disposição.
Mas nada disso deve convencer os que queiram acreditar no mistério. Perguntado sobre se o que faz poderia ser considerado fraude, Dickinson oferece uma resposta magnífica:
“Não, não é de forma alguma fraude. Não somos nós, [circlemakers] que dizemos ‘Veja, essas formações devem ter sido criadas por OVNIs’ ou algo assim. Nós simplesmente as criamos, como pura arte. Então outras pessoas, pesquisadores e ‘experts’, inventam todo tipo de histórias e explicações. É interessante observar tudo isso acontecer, mas não somos nós que fazemos isso. Nenhum dos circlemakers tenta convencer ninguém de que essas formações são criadas por alguma força incomum. E quando nós de fato dizemos às pessoas que estamos criando essas formações, a maioria não acredita em nós de toda forma”.
O maior “círculo inglês” foi criado em uma noite na Holanda e registrado pelas câmeras de um programa de TV. A maioria não acreditará que isso se relacione com os “verdadeiros” círculos ingleses.


FONTE CETICISMO ABERTO

Nenhum comentário: