©

©

21 de abr de 2011

DOCUMENTOS DA AERONÁUTICA BRASILEIRA -BRASILIA -DF


20/04/2011 22:25

Relatório destaca discos voadores no céu da região

Quatro mulheres que estudavam em Bauru e moravam em Agudos na década de 1970 são citadas em arquivos da Aeronáutica; ufólogo diz que Bauru está na rota de aparição desses objetos não identificados

Kelli FrancoAgência BOM DIA

“A luz não tinha muito formato, ela se movimentava e veio seguindo o carro. Aí paramos no acostamento e ela parou também. Voltamos a andar com o carro e ela voltou a se movimentar. Era bem próxima do chão", conta Dineia Duarte Fayad,  61 anos, ao BOM DIA.
Ela e as amigas Maria Alice da Silva, Clarice da Silva e Ruth Morais Santanna, então estudantes da Fundação Educacional de Bauru - atualmente Unesp - viajavam de Bauru para Agudos (a 15 km de Bauru), por volta das 23h, quando avistaram o Ovni (Objeto Voador Não Identificado), no dia 21 de agosto de 1970.
Segundo Dineia, elas registraram um Boletim de Ocorrência na delegacia da Polícia Civil de Agudos. Hoje, ela e as amigas perderam contato, mas as quatro mulheres estão juntas na história a partir de agora.
O nome delas aparece em citações de documentos da Aeronáutica liberados pelo Arquivo Nacional, em Brasília, entre várias outras ocorrências envolvendo a aparição de Ovnis. Os documentos indicam que a Aeronáutica investigou a aparição desses objetos.
Paulo Aníbal Mesquita, 43 anos,  é ufólogo e investiga a aparição de objetos voadores não identificados há 20 anos. Há 11 anos ele coordena um grupo de pesquisas ufológicas. Para ele, a região de Bauru está na rota dos Ovnis.

“Essa região é  uma daquelas com mais relatos de que temos notícia”, conta.
“Nós investigamos um caso  aí na região rural de Bauru em junho de 2010. Numa área de plantação de cana foi visto um objeto durante a noite e ficou uma marca queimada”, continua o ufólogo.
Segundo Paulo, durante as pesquisas que realizou em São Paulo e também em Brasília, encontrou pelos menos quatro casos da região de Bauru que tratavam da aparição de Ovnis, somente na década de 1970.
Objetos estranhos dão asas à imaginação de moradoresHá menos de um ano, no dia 13 de agosto de 2010, a aparição de um suposto Ovni agitou a Bela Vista, em Bauru.

Segundo relato de moradores do bairro, o Ovni também era formado por luzes e foi ser visto durante mais de uma hora como “atração” no céu.
 Uma moradora chegou a relatar que observou o objeto por duas vezes - e que ele seria formado por seis luzes.
Em fevereiro de 2008, moradores se assustaram ao acordar e perceber que uma plantação de cana-de-açúcar estava totalmente tombada.
Os moradores afirmaram não ter visto nenhum objeto estranho no céu de Itápolis na noite do ocorrido, mas mesmo assim a hipótese que tomou força entre os moradores foi a de que um “disco voador” realmente teria pousado no canavial.

No dia 24 de fevereiro de 2011, um vídeo postado na internet gerou alvoroço na região de Bauru. O vídeo mostrava um suposto Ovni - uma luz que ficava parada no céu -  avistado por jovens que viajavam entre Bauru e Agudos. Alguns dias depois, descobriu-se que o vídeo era uma estratégia publicitária.

Nenhum comentário: