©

©

29 de jan de 2013

OBJETO VISTO SOBRE A CIDADE MINEIRA DE TRÊS PONTAS ERA UMA BALÃO










Balão infantil é confundido com óvni e vira chacota no sul de MG
"Aparição" filmada por adolescente mobilizou especialistas em ufologia

Do R7MG* | 15/09/2012 às 16h00



Reprodução/Youtube

Jovem ficou decepcionada ao saber que suposto disco voador era um balão em forma de tubarão

Publicidade


A suposta filmagem de um óvni (Objeto Voador Não Identificado) no último dia 26 de agosto, em Três Pontas, no sul de Minas, realizada por uma adolescente de 13 anos, acabou se tornando uma dor de cabeça para a jovem. Um funcionário público acabou revelando que a aparição misteriosa se tratava de um balão em formato de tubarão usado em uma festa infantil próximo à casa da garota. Segundo uma tia da menina, que preferiu não se identificar, o fato acabou se tornando chacota no município deixando a adolescente constrangida e decepcionada.

Apesar da situação embaraçosa, Fábio da Silva Fonseca, responsável pelo esclarecimento do caso, disse que não tinha intenção de aborrecer a menina. De acordo com ele, o objetivo da revelação era colocar um ponto final na crença das pessoas em uma possível presença alienígena na região.

— Eu vi o vídeo e não falei nada nos primeiros dias. Mas como vi que estava todo mundo falando, comentando sobre disco voador na cidade, eu achei melhor esclarecer, pois eu tive certeza desde o começo que o objeto era o balão. Eu vi ele subindo em direção ao bairro, e no mesmo horário da filmagem.

O R7MG tentou entrar em contato com a adolescente, mas a jovem não quis se pronunciar sobre o caso.

O caso

Quatro adolescentes brincavam no quintal de uma casa, no bairro Filadélfia, em Três Pontas, por volta das 17h, quando avistaram o óvni e registaram a cena com uma câmera fotográfica. Rapidamente, as imagens correram o Brasil e o mundo. Diversos especialistas se pronunciaram sobre a veracidade das imagens, e todos foram unânimes em dizer que não se tratava de uma montagem. Mas o que seria um caso espantoso acabou se revelando um inocente engano.

Uma semana depois, o funcionário público Fábio da Silva Fonseca disse que participava de uma festa infantil no mesmo horário em que as adolescentes filmaram o objeto e, minutos antes, um balão de gás hélio em formato de tubarão teria escapado da casa. Seria este balão que teria sido filmado por engano como se fosse um disco voador.

— Eu entendo que elas tenham se enganado, realmente olhando daquele jeito dava para confundir. A parte debaixo do balão era metálica, então quando o sol batia, brilhava. Deve ser isso que assustou elas e deu a falsa impressão.

Consultor da revista UFO, a principal publicação sobre o tema no País, Toni Inajar analisou as imagens, e descobriu por meio de ampliações dos frames das filmagens, evidências do verdadeiro formato do objeto, que seria o balão. Os ângulos e o surgimento de dois reflexos em determinado momento seriam causados pela irregularidade do objeto, próximo à barbatana do balão tubarão.


Um simples brinquedo que nos permite refletir no quão difícil é verdadeiramente determinar se o que observamos nos céus tem uma origem desconhecida  ou se trata de um brinquedo, uma aeronave do governo, um efeito óptico, etc...


Nenhum comentário: