©

©

23 de set de 2013

HOMENAGEM A MICHAEL FARADAY-UM MAGO DA CIÊNCIA 22/09/1791 - 25/08/1867

Tributo a Michael Faraday
No dia 22 de setembro ele faria 222 anos.  O mundo mudou muito graças a ele.








Se me perguntassem qual seria o cientista mais influente na história da humanidade eu responderia de pronto: Michael Faraday.
Eu sei que não estaria sozinho nessa defesa. 
Graças a seus esforços foi que se deu origem à era da eletricidade.
Grandes nomes como  Edison, Siemens, Tesla e Westinghouse,  só tornaram possível a popularização da eletricidade graças aos trabalhos de Faraday, cujos princípios são usados até hoje em diversos campos da ciência e da tecnologia.
Nascido em 22 de setembro de 1791  em Newington, Surrey na Inglaterra  Michael Faraday foi  principalmente um experimentalista.
Na física, foi um dos pioneiros a estudar as relações entre eletricidade e magnetismo.
Em 1821 publicou, fundamentado nos estudos de Oersted,  um trabalho sobre transformação de energia elétrica em energia mecânica, denominado “rotação eletromagnética” que trazia nada menos que o princípio de funcionamento dos motores elétricos.
Em 1931 descobriu a indução eletromagnética, princípio de funcionamento dos geradores e transformadores elétricos – ambos fundamentais para a construção de nossas modernas usinas hidrelétricas, termelétricas, etc. bem como a distribuição da energia elétrica produzida.
Na química, além de descobrir o benzeno, foi o primeiro a sintetizar os primeiros cloretos de carbono conhecidos. Criou os fundamentos da metalurgia e da metalografia, além de desenvolver tecnologia para a  liquefação de diversos gases, tornando  tecnicamente viáveis diversos processos de refrigeração  até hoje utilizados.
Criou a eletroquímica, introduzindo e fundamentando conceitos tais como eletrólito, ânodo, cátodo, eletrodo,  íon, entre outros – conceitos esses,  fundamentais não só para o entendimento de seu princípio de funcionamento quanto  para a fabricação em escala industrial  de pilhas e baterias, popularizando o uso das mesmas.
Faraday-Millikan-Gale-1913



Sem a ciência e a tecnologia desenvolvida por Faraday não teríamos energia elétrica em nossas casas e nem baterias para os nossos gadgets de última geração.
Já se imaginou sem eletricidade e todos os benefícios que dela advém direta e indiretamente.
Só por isso, eu o considero o cientista que mais impactou nossa história .
Cabe também ressaltar aqui, a defesa filosófica da ciência por ela mesma.  Coisa que Faraday fez – e muito bem.
Muitos leigos questionam a pesquisa pura – a ciência que busca simplesmente por respostas aos grandes enigmas do universo.
A maioria das pessoas quer saber apenas das aplicações práticas e viram as costas a esse tipo de estudo.
Antes de virar aplicação, antes de virar tecnologia a própria eletricidade, tão imprescindível nos dias de hoje, parecia naquela época meramente uma curiosidade de laboratório.
Algo como um truque de mágica. Um simples entretenimento.
Contam os biógrafos de Faraday que ao ser interpelado pela rainha da Inglaterra sobre qual seria a utilidade dessa tal de eletricidade, Faraday teria respondido com outra pergunta. Algo do tipo:
- Qual seria a utilidade de um bebê?

Michael Faraday


Michael Faraday foi um físico e químico inglês, sendo considerado um dos cientistas mais influentes de todos os tempos. Wikipédia

Nascimento: 22 de setembro de 1791
Falecimento: 25 de agosto de 1867, Hampton Court, Molesey, Reino Unido
Cônjuge: Sarah Barnard (desde 1821)
Filiação: James Faraday

Prêmios: Medalha Copley, Medalha Real, Medalha Rumford
CREDITOS 

 Mustafá Ali Kanso é escritor, professor, engenheiro químico, empresário da mídia educacional e divulgador científico em programas culturais da TV.

Nenhum comentário: