©

©

29 de mar de 2013

Era um OVNI o objeto filmado em Queimados, na Baixada Fluminense- Rio de Janeiro?

Um Ovni (objeto voador não identificado) intriga o dono de um sítio em Queimados, na Baixada Fluminense, que gravou as imagens do fenômeno nas câmeras do circuito de segurança de sua propriedade.

Uma bola de luz aparece a, aproximadamente, 30 centímetros do chão e fica parada por 25 minutos, como mostram as imagens captadas pelas câmeras do sítio.

Evaldo Soares, dono da propriedade, ficou com medo na noite em que o fenômeno ocorreu. Ele foi acordado pelo latido de sua cadela, Branquinha, que ficou agitada.

— Acordei assustado e fui ver o que estava se passando, ela [Branquinha] não é de latir assim. Abri a janela e vi a claridade. Tranquei a porta e fiquei esperando acabar.

O ufólogo Orlando Barbosa Júnior, que foi chamado ao sítio e viu as imagens, tem certeza de que o fenômeno é um disco voador.

— Vamos montar um posto de pesquisa e ver se esse fenômeno retorna aqui. O último caso que vi ocorreu em Imbariê [Duque de Caxias], é muito parecido com o que ocorreu aqui.















NOTA DO EDITOR DO BLOGGER:


APÓS ANALISES PRELIMINARES  DAS FILMAGENS E DECLARAÇÕES DAS  TESTEMUNHAS. NÃO EXISTE  UM EXTRATRATERRESTRE NA FILMAGEM, ISTO É FRUTO DE PAREIDOLIA*. EM CERTO TRECHO DA ENTREVISTA , O PROTAGONISTA DO EVENTO TEM  CONHECIMENTO  DE ABDUÇÃO  E DISCOS VOADORES , NÃO SENDO TOTAL MENTE LEIGO NO ASSUNTO.   NOSSA CONCLUSÃO É QUE UM  INSETO ESTAVA  NA BORDA DA CÂMERA, SE DESLOCOU LATERALMENTE  E ALÇOU  VOO - A INCRÍVEL VELOCIDADE DO "OVNI".







INSETOS VOADORES MAIS DISTANTES DA CÂMERA








OBSERVE NAS DUAS IMAGENS ANTERIORES À ESQUERDA, COMO O INSETO  MUDA A FORMA COM UM DESLOCAMENTO


PARTE DO INSETO SE MEXENDO (SETA)


INSETO VOADOR MAIS PRÓXIMO DA CÂMERA,  LEVANDO A CRER TRATAR-SE DE UMA "SONDA".



INSETOS NOTURNOS ATRAÍDOS PELA LUZ



*A pareidolia é um fenômeno psicológico que envolve um estímulo vago e aleatório, geralmente uma imagem ou som, sendo percebido como algo distinto e com significado. É comum ver imagens que parecem ter significado em nuvens, montanhas, solos rochosos, florestas, líquidos, janelas embaçadas e outros tantos objetos e lugares. Ela também acontece com sons, sendo comum em músicas tocadas ao contrário, como se dissessem algo. A palavra pareidolia vem do grego para, que é junto de ou ao lado de, e eidolon, imagem, figura ou forma.






Nenhum comentário: